27 de julho de 2011

Vantagens da confissão

Sim, é preciso confessar. Tirar o nó da garganta é ótimo. Traz leveza, uma paz enorme, um alívio libertador.
"Ah, mas tenho vergonha de dizer". Ótimo sinal: você é normal! Mas vergonha e/ou medo não podem te impedir de ser livre. Você deve superar esses sentimentos. Deve ser maior que eles. Você pode fazer o que quiser, e só uma pessoa pode te impedir: você mesmo.
Pra mim, toda confissão é libertadora, seja pra quem confessa ou seja pra quem ouve a confissão. E não, não tô falando de confissão do tipo padre-igreja-punição.Tô falando de confessar sentimentos, pensamentos e até ações. Confessar pra sua amiga que você tem inveja do cabelo lindo dela (imagina o ego dessa amiga onde vai!), confessar seu amor por alguém, confessar seu ódio também faz parte.
Vale também confessar pra sim mesmo.Sim, tenho inveja. Sim, tenho ciúme. Sim, gosto daquele cara. Sim, tenho medo do escuro. Sim, tenho vergonha de quase tudo. Acho que só de confessar pra si mesmo já dá um grande alívio.
O melhor é quando a pessoa pra quem você se confessou te entende e não te trata como se você fosse outra pessoa só porque disse a verdade. É ótimo encontrar pessoas maduras o suficiente para lidar com a verdade ao invés de tratá-la como um bicho de sete cabeças.
Claro que nem sempre é assim. Tem gente que não aguenta a verdade. E tem gente que confessa cada coisa também... Mas aí vai de você saber lidar com as possíveis consequências da sua confissão. Decidindo falar e se libertar, você tem que se preparar para o que pode acontecer.
Não estou falando de grandes confissões aqui, mas dos pequenos segredos que guardamos. As pessoas podem recebê-los melhor do que você imagina.

Obs.: sim, posso estar falando de você, mas só se você se identificar no texto!!

Sem comentários:

Enviar um comentário